Un/Knowns

O conhecido e o desconhecido nem sempre se definem em pontas opostas. Entre o que achamos que conhecemos, o que sabemos que não conseguimos entender e o impossível de conhecer, encontra-se também a nossa capacidade de ignorar o que não queremos saber. Estes 4 termos aqui apresentados resultam da reunião e resumo de diferentes concepções realizadas em torno destes conceitos de conhecido/desconhecido, oriundas de campos tão destintos como a estratégia militar e espacial, a aeronáutica, a economia, a política e a filosofia. Termos que serviram já para ajudar a perceber o que é difícil de prever, o que parece impossível de imaginar, e o que provavelmente nunca conseguiremos calcular, com o intuito de minimizar efeitos surpresa e de preparar o homem para o desconhecido. No entanto, esta sintetização dos 4 níveis do conhecido/desconhecido procura sublinhar a importância crescente da sua ultima classe: os desconhecidos que no fundo são conhecidos, e que inconscientemente ou propositadamente procuramos ignorar. Porque são as coisas que normalizamos, que negamos e que não admitimos a nós próprios que conhecemos que moldam muito do que se tornou hoje impossível de ignorar.


Impressão sobre papel vegetal sobreposta com oura folha de papel vegetal, 2017.
Termos sintetizados a partir de concepções de Joseph Luft e Harrington Ingham (johari window), William Graham (NASA), Donald Rumsfeld, Errol Morris, Slavoj Žižek, Timothy Stanley, The British Columbia Royal Commission of Inquiry into Uranium Mining in 1979, Enciclopédia Britânica e WIkipedia.





Conhecidos Conhecidos
Coisas que sabemos que sabemos;
Factos e conceitos estabelecidos, provados como verdadeiros por dados verificáveis a um grau de evidência além de toda a dúvida, que são aceites e reconhecidos com certeza.

Conhecidos Desconhecidos
Coisas que sabemos que não sabemos;
Fenómenos e conceitos reconhecíveis ou previsíveis, que podem ser razoavelmente previstos ou imaginados, mas são mal compreendidos devido à ausência de experiência passada quantificável e verificável.

Desconhecidos Desconhecidos
Coisas que não sabemos que não sabemos;
Fenómenos ou conceitos imprevisíveis e inimagináveis, que são impossíveis de antecipar e não podem ser reconhecidos ou compreendidos, uma vez que não existe experiência ou base teórica prévia para os mesmos.

Desconhecidos Conhecidos
a) Coisas que achamos que sabemos, que afinal não sabemos;
Fenómenos ou conceitos estabelecidos, considerados conhecidos num grau de certeza além de toda a dúvida, que se provam contrariamente.
b) Coisas que não gostamos de saber que sabemos;
Fenómenos, conceitos, crenças e práticas estabelecidas ou reconhecidas, que não temos consciência de aderir a, ou que fingimos não conhecer, recusando identifica-las ou admiti-las como parte dos nossos valores individuais e públicos, apesar de estarem inerentes à nossa forma de vida.



Jan. 2018, Open Studio Campanice, Porto.
Dez. 2017, '15 Minutos de Fama', 7ª edição, Extéril, Porto.

Un/knowns, 2017